BVMF: Compras Junho 2015 – HTMX11B

40259103Esse mês começo a fazer aportes na minha carteira de FII, talvez role algum aporte ou outro em alguma empresa brasileira e provavelmente devo ficar até final do ano sem mandar aportes ao USA, talvez não resista um mês ou outro, mas a ideia é pegar essa metade final do ano e acertar um pouco a carteira de ativos no Brasil.

Com a venda em Maio do FII Aesapar – AEFI11 precisava de colocar outro FII para fechar a minha carteira de FIIs com 20 ativos, pensei em algumas sugestões que alguns leitores aqui do blog haviam deixado no post da venda, mas durante a minha pesquisa encontrei o FII Hotel Maxinvest – HTMX11B.

O fundo vem num processo de desinvestimento onde está vendendo gradativamente as unidades hoteleiras que possui. Acredito que no preço da cota atual o fundo parece ser uma excelente opção de investimento, vamos fazer uns cálculos:

O preço da cota atual é R$ 109,00
Valor patrimonial por cota na casa de R$ 178,24
As unidades estão sendo vendidas bem acima do valor patrimonial, algumas chegam a ser vendidas a 3 ou 4 vezes o valor da aquisição.

Se considerarmos que sejam vendidas ao valor patrimonial daria um retorno de 63% por cada unidade vendida, diminuindo a comissão do BTG teríamos um retorno liquido de aproximadamente 51% o que ainda é um bom retorno, lembrando que as unidades estão sendo vendidas bem acima desses valores.

Me lembro de ter analisado esse fundo uma vez, na época estava insatisfeito com os retornos do FLMA11 e pretendia trocar de fundo, o fato dele ser um fundo em desinvestimento havia me desanimado, pois queira um ativo sem data pra acabar, visto que já tinha o RBPR11 na carteira. Me lembro que na época a cota não estava nesse valor na verdade estava bem acima do VP. Agora com a cota batendo nos R$ 100,00 a coisa começou a ficar interessante e passei a cogitar a possibilidade de aproveitar, mesmo que por pouco tempo, o excelente retorno proporcionado pelo fundo.

historico vp htmx11b

É muito interessante analisar a manada que fica atras de rentabilidade, olhe no gráfico acima, veja que em dezembro o fundo estava com seu valor da cota no mercado bem acima de seu valor patrimonial, depois olhe nos dias de hoje e compara os números de sócios:

manada

 

Enquanto a cota estava num preço bem superior ao valor patrimonial e o fundo oferecia um retorno bem menor tínhamos 3.283 investidores PF depois que a cota desabou e o fundo passou a oferecer um retorno bem interessante. Como os fundamentos do fundo permaneceram no mesmo patamar não tem muita explicação para a queda no número de cotistas, provavelmente muitos investidores preocupados com rentabilidade vendo o valor das cotas caírem venderam no desespero e com isso perdem uma excelente oportunidade, moral da história hoje com 2901 investidores conscientes do que estão fazendo e não seguindo cotação. Nessas horas que vemos a prova que tem muita gente na bolsa que não sabe bulhufas o que está fazendo.

O fundo estava num ritmo frenético de venda dos ativos no ano passado, mas esse ano de 2015 depois que a economia deu uma desaquecida o BTG deu uma reduzida nas vendas de unidades, fiz uma projeção se mantivermos a média de 4 unidades por mês o fundo ainda duraria 6 a 7 anos, o que considero até um prazo razoável.

Bem na pior das hipóteses vamos recebendo nesse meio tempo um rendimento pela ocupação dos Flats na casa de 0,68% que não é também um rendimento de tudo ruim.

Compra realizada em 17 de junho.

Compra de junho de 2015
Empresa Código Qtde
FII Hotel Maxinvest HTMX11B 27

Já atualizei a minha carteira com essa nova aquisição.

[jetpack_subscription_form show_subscribers_total=0 title=”Receber novidades por e-mail” subscribe_text=”Gostou do blog? Então se inscreva no campo abaixo para receber as atualizações via e-mail e curta nossa pagina no Facebook.” subscribe_button=”Inscrever!”]

(Visitado 30 vezes, 1 visitas hoje)

FII Hotel Maxinvest – HTMX11B

5526936_20_zO fundo foi criado em 2007 e possui vários flats em hotéis importantes por toda a cidade de São Paulo. De 2007 a 2011 o fundo foi adquirindo vários flats e em 2011 resolveu entrar num processo de desinvestimento em razão da valorização de suas unidades hoteleiras. Portanto a cada mês o fundo vem vendendo unidades gradativamente, realizando o lucro com venda dos flats e devolvendo o capital aplicado.

O fundo possui, até a data de escrita desse artigo, ao todo 310 unidades espalhadas na listagem abaixo:

  • Bandeira: Blue Tree
    Tipo: Hotel
    Localização: São Paulo – SP
  • Bandeira: Comfort
    Tipo: Hotel
    Localização: São Paulo – SP
  • Bandeira: Howard Johnson
    Tipo: Hotel
    Localização: São Paulo – SP
  • Bandeira: Ibis Budget
    Tipo: Hotel
    Localização: São Paulo – SP
  • Bandeira: Intercity
    Tipo: Hotel
    Localização: São Paulo – SP
  • Bandeira: Meliá
    Tipo: Hotel
    Localização: São Paulo – SP
  • Bandeira: Radisson
    Tipo: Hotel
    Localização: São Paulo – SP
  • Bandeira: Quality
    Tipo: Hotel
    Localização: São Paulo – SP
  • Bandeira: Staybridge
    Tipo: Hotel
    Localização: São Paulo – SP
  • Bandeira: Tryp
    Tipo: Hotel
    Localização: São Paulo – SP

Pelo fato da rentabilidade mensal do fundo estar atrelada a taxa de ocupação dos hotéis traz sazonalidade à renda, com meses acima da média e meses abaixo da média.

ocupacao

O fundo é administrado pelo BTG Pactual que cobra uma quantidade considerável de taxas sendo 0,30% de taxa de gerenciamento, 0,50% taxa de administração, 0,20% taxa de consultoria e 20% sobre o lucro da venda dos imóveis. Mesmo com todas essas taxas ao preço da cota atual o fundo possui uma rentabilidade interessante.rentabilidade

Veja mais informações sobre o Fundo na Tag: HTMX11B

[jetpack_subscription_form show_subscribers_total=0 title=”Receber novidades por e-mail” subscribe_text=”Gostou do blog? Então se inscreva no campo abaixo para receber as atualizações via e-mail e curta nossa pagina no Facebook.” subscribe_button=”Inscrever!”]

(Visitado 122 vezes, 1 visitas hoje)

BVMF: Compras Janeiro 2015 – AGCX11 – BMLC11B

A ultima vez que comprei um FII foi em Julho do ano passado, depois de ter focado na montagem da carteira de FIIs no inicio do ano acabei tendo que deixar os FIIs esquecidos pra dar um Up na carteira de ações do exterior, agora que meu portifólio ficou quase equilibrado com 30% em ações na bolsa Brasileira 40% em FIIs e 30% em ações na bolsa Norte Americana, da pra retomar as compras de acordo com a classe de ativo que forem ficando mais distante do objetivo.

Eu tenho atualmente 20 FIIs na minha carteira, estive pensando esse mês se faria os aportes em novos FIIs ou se aumentaria posição nos atuais. Bem o problema dos FIIs que vc chega numa quantidade de ativos que a diversificação acaba não fazendo tanta diferença, a grande maioria dos FIIs tem rentabilidades próximas o que dificulta nas escolhas. No caso se continuasse a comprar acabaria me expondo demais na classe de escritórios comerciais e na região de SP-RJ. Eu comecei a achar dificuldades em encontrar outras classes de FIIs então optei por ir aumentando posição nos FIIs atuais.

Compra de Janeiro de 2015 na bolsa brasileira
Empresa Código Qtde
AGÊNCIAS CAIXA AGCX11  2
BM BRASCAN LAJES BMLC11B  15

Já atualizei a minha carteira com essa nova aquisição.

Essa compra adiciona R$ 289,92 na minha receita anual de dividendos, baseado no rendimento de R$ 24,16 por mês.

(Visitado 17 vezes, 1 visitas hoje)
FII BM Brascan Lajes Corporativas – BMLC11B

FII BM Brascan Lajes Corporativas – BMLC11B

O fundo foi iniciado em fevereiro de 2012 e tem o BTG Pactual como administrador, o fundo é bem simples de analisar com renda garantida até 2015 de 0,83 seu rendimento dos dois prédios que possui participações já ultrapassam essa renda mínima e ainda tem vacância de 12% no imóvel do Rio de Janeiro.

imoveis bmlc11

Atualmente seu rendimento está na cada de R$ 0,85 com ainda temos 40% dos contratos para renovação até 2015 acredito que ele supere essa renda mínima quando a mesma for finalizada.

contratos bmlc11

Os imóveis estão locados para:

  • CIPASA
  • CONST ADOLPHO
  • LINDENCORP
  • DOF
  • BROOKFIELD
  • NEW IDEAS
  • NOVA S/B
  • SONY
  • BCG
  • ITAGUAE

Veja mais informações sobre o Fundo na Tag: BMLC11B

(Visitado 24 vezes, 1 visitas hoje)
FII Agências Caixa – AGCX11

FII Agências Caixa – AGCX11

agcx imovelO fundo é administrado pela Rio Bravo e inicio suas atividades em Novembro de 2012. O fundo tem 5 imóveis adquiridos que já iniciaram as obras e outros 13 já aprovados pela Caixa.

O fundo tem dois tipos de investimento são imóveis que ele chama de Buy To Lease – BTL – são os imóveis em que a Caixa era proprietária e o fundo adquiriu da Caixa e Built To Suit – BTS são imóveis que o fundo adquiriu e vai efetuar a construção da agência para a Caixa.

Veja abaixo os progressos de algumas obras que estão sendo entregues:

agcx obras

Veja que na ultima coluna ele mostra o valor que cada locação representará na cota é preciso entender que na medida que essas obras vão sendo entregues o valor que o fundo possui em caixa vai diminuindo com isso o ganho do fundo com receita financeira vai diminuindo também proporcionalmente ao aumento das locações. Atualmente o fundo tem 50% de sua rentabilidade oriundo da receita financeira.

O fundo possui:

  • 2 agências em MG
  • 9 agências no RJ
  • 15 agências em SP
  • 5 agências em construção sendo 4 em SP e 2 no RJ

O portifólio do fundo pode ser visto abaixo:

portifolio agcx11

 

Veja mais informações sobre o Fundo na Tag: AGCX11

(Visitado 50 vezes, 1 visitas hoje)